Benefícios aos taxistas são discutidos na Câmara Municipal

 Plenário; Sessão dia 18 de agosto de 2016

A sessão ordinária da Câmara Municipal de Porto Seguro desta quinta-feira (18/8) foi cancelada com apenas 30 minutos de duração pela Mesa Diretora, devido ao comportamento exaltado da plateia. Com a galeria lotada por taxistas e munícipes, a sessão teve início com o pronunciamento do presidente da Casa, Elio Brasil (PT) alertando e pedindo ao plenário para respeitar os vereadores durante os seus pronunciamentos no pequeno expediente, bem como na ordem do dia, que é a fase da sessão plenária destinada à discussão e à votação das propostas. “Pedimos ao plenário respeito de acordo com o Regimento Interno na hora do pequeno expediente. Que não faça baderna e seja educada. Cada vereador é livre e tem o direito de discutir conforme as suas convicções. Caso isso não ocorra, seremos obrigados a interromper a sessão”, disse.

 

Em seguida, teve a leitura em caráter de urgência do projeto de lei Nº 032/2016 do Executivo Municipal, que beneficia os taxistas do município.

 

Na sequência, antes do cancelamento da sessão, apenas dois vereadores fizeram uso da palavra no pequeno expediente. O primeiro vereador a se pronunciar foi Elio Brasil. Em seu discurso o presidente da Câmara destacou que recebeu uma comissão de taxistas para fazer um requerimento com o objetivo de aumentar e regulamentar os pontos de táxis “A prefeita Cláudia Oliveira (PSD) encaminhou para esta Casa um projeto que trata desse assunto. É um projeto de lei que não é politiqueiro. Vou solicitar uma emenda pedindo ponto rotativo para o aeroporto”, ressaltou. Elio ainda pediu aos demais vereadores para votarem no requerimento de sua autoria que requer a criação de pontos de taxis rotativos em pontos estratégicos da cidade, como na avenida Navegantes.

 

O último vereador a falar foi Marcos Aurora (PSC), que também apoiou os taxistas. O vereador elogiou o PL nº 032/2016 do Executivo e ressaltou que em relação ao transporte clandestino ainda é um desafio encontrar uma solução. “Estamos chegando no final de mandato e ainda não conseguimos regularizar a situação do transporte clandestino. Sendo reeleito, vou lutar por essa causa. O Executivo precisa tomar um posicionamento. Não depende apenas do Legislativo”, disse. O vereador ainda agradeceu a Cláudia pelas indicações de sua autoria que foram atendidas.

Prédio da Câmara Municipal de Porto Seguro - Bahia

© 2017 Câmara Municipal de Porto Seguro - Bahia
Funcionamento: Segundas às Sextas-feiras das 08:00 às 14:00h
Praça ACM, N.º 30, Centro Porto Seguro - Bahia, Telefone: +55 (73) 2105-6700 CEP: 45.810-000 Email: ouvidoria@cmps.ba.gov.br

Please publish modules in offcanvas position.