Vereadores destacam a importância do respeito em período de campanha

Mesa Diretora - Sessão dia 01 de Setembro 2016

Na sessão ordinária realizada na manhã desta quinta-feira (1/9), na Câmara Municipal de Porto Seguro, os vereadores aprovaram dois projetos de lei do Legislativo, entre eles o projeto de autoria de Paulo Cesar Onishi ((PTB), que reconhece como de utilidade pública municipal a Associação de Ambulantes Nativos de Trancoso, que contribuirá para que os associados possam se organizar com mais eficácia. Também destacaram a necessidade de praticar uma política limpa e respeitosa em campanha eleitoral.

No pequeno expediente, o vereador Robério Moura Gomes – Robério do Meio Ambiente (PT do B), foi o primeiro a falar. Em seu discurso, ele agradeceu à prefeita Cláudia Oliveira (PSD) pelas indicações atendidas e ressaltou que o posto de saúde do distrito é o mais completo da região. “Agradeço à Cláudia pelas minhas indicações que foram atendidas, como o posto de saúde, além de outras que estão a caminho como uma ambulância e pavimentação em várias ruas”, declarou.

A vereadora Lívia Bittencourt (PMDB) também agradeceu à prefeita por ter atendido as suas indicações como as obras no bairro Casas Novas. A vereadora ainda falou na possibilidade do ingresso de outras mulheres integrarem no quadro de vereadores e pediu respeito por parte de um vereador, que segundo ela, vem desrespeitando a sua pessoa. “A população não aceita o desrespeito à honra de uma mulher”, disse Lívia.

Outro vereador a fazer agradecimentos à prefeita foi Valcledes Alves Seara – Corea (PRTB). O vereador enumerou algumas indicações que foram atendidas como as obras nas Casas Novas, Mercado do Povo e posto de saúde. “Queremos ver o bem para a nossa comunidade”, frisou.

Já o vereador Benedito Pereira Alves (PMDB) criticou a qualidade do asfalto em Trancoso. “Não é justo passar borra de asfalto nas ruas nas vésperas da eleição”, argumentou.

 

Respeito

Em seu discurso, o presidente da CMPS, Elio Brasil (PT) se solidarizou com a vereadora Lívia, além de destacar o momento de tensão típico do período de campanha eleitoral. “Nesse período eleitoral de disputa e de busca do voto – respeito e compreensão é fundamental. Temos que ter tranquilidade”, disse. O presidente também falou sobre o impeachment de Dilma e ressaltou que se consolidou o golpe do capitalismo no Brasil. “Quem perdeu foi o povo. Os repasses para a merenda escolar e para as universidades federais serão reduzidos”, disse. Elio encerrou o seu pronunciamento dizendo que “em 2018, Lula será reeleito”.

Em seguida, Paulinho Toa Toa manifestou o seu apoio à Lívia e destacou que ela é a única mulher vereadora na Câmara. Paulinho também ressaltou que não houve golpe em relação ao impeachment da presidente e que o processo jurídico durou nove meses. O vereador pediu aos demais respeito e postura e declarou que não é candidato a reeleição.

Na sequência, o vice-presidente da CMPS, Dilmo Santiago (PSB) criticou o fraco desempenho dos adversários da prefeita em Arraial e disse que no próximo sábado às 16 h fará uma caminhada no distrito e vai mostrar o apoio da população à Cláudia.

Em seu pronunciamento, o vereador Geraldo Contador (PSB) ressaltou que está decepcionado com uma vereadora por ter sido vítima de boatos a seu respeito. Já o líder do governo, Evaí Fonseca (PRP) reforçou a necessidade de se ter respeito uns com os outros principalmente em período eleitoral. “Faço das palavras de Paulinho, as minhas. Temos que ter mais respeito e cuidado com as agressões, Há uma quantidade enorme de cidadãos pleiteando uma vaga para vereador. Que venham mais mulheres para o Legislativo. A política tem muitas surpresas. Quem vai nos avaliar? É a população que vai ver o trabalho prestado à comunidade. O vereador legisla e o executivo executa”, argumentou.

O vereador Miguel Ballejo (PV) destacou o momento sensível que antecede uma campanha eleitoral em que todos se excedem. “Temos uma vereadora na Casa e a participação da mulher ainda é pequena na política. Lívia tem que ser respeitada como mulher e vereadora. “Estamos passando por uma campanha com novas regras, de período curto. Hoje você tem que entrar na casa das pessoas e pedir o voto”, ressaltou. Quanto ao impeachment, conforme explicou o vereador, “discordo da palavra golpe, todos os processos foram cumpridos”.

Em seguida, Bené do Arraial (PRTB) criticou a postura do vereador Danilo Suprilar (PSB) de estar se ausentado das sessões ficando impossibilitado de responder em relação aos ataques à prefeita. O vereador ainda afirmou que o mandato de vereador não termina no dia 2 de outubro e sim no dia 31 dezembro.

 

Projeto aprovado em 2ª votação

Legislativo Municipal


- Projeto de Lei Nº 023/2016 de autoria do vereador Evaí Fonseca Brito –, institui a Feira de Artesanatos Itinerantes da Orla Norte e dá outras providências. Quórum: maioria simples de acordo com o art. 141 do RI.

 

Projeto aprovado em 1ª votação

Legislativo Municipal


- Projeto de Lei Nº 033 A/2015 de autoria do vereador Paulo Cesar Onishi – reconhece como de Utilidade Pública Municipal a Associação de Ambulantes Nativos de Trancoso. Quórum: Maioria absoluta de acordo com o art. 142 do RI.

Os projetos citados acima foram aprovados por unanimidade dos presentes.

Prédio da Câmara Municipal de Porto Seguro - Bahia

© 2017 Câmara Municipal de Porto Seguro - Bahia
Funcionamento: Segundas às Sextas-feiras das 08:00 às 14:00h
Praça ACM, N.º 30, Centro Porto Seguro - Bahia, Telefone: +55 (73) 2105-6700 CEP: 45.810-000 Email: ouvidoria@cmps.ba.gov.br

Please publish modules in offcanvas position.